Como esperado, a produção de energia solar em dias chuvosos ou nublados é menor em comparação aos dias ensolarados, isso acontece devido a necessidade dos raios solares incidindo nas placas fotovoltaicas. Logo, com a diminuição nesses dias, reduz-se a geração de energia solar.

Porém, é importante ressaltar que, a diminuição não significa que o painel irá parar de funcionar. Além disso, a chuva também contribui para a manutenção dos painéis solares, retirando sujeiras e outras impurezas que possam prejudicar a operação. Sendo assim, mesmo com a baixa luminosidade, seu sistema continuará funcionando de modo mais lento, mas favorável.

Podemos dizer que, o grau de funcionamento do painel solar em dias nublados ou chuvosos varia entre 10% e 30%, pelo fato da maior concentração de nuvens, prejudicar o desempenho de irradiação. Por outro lado, é possível suprir a demanda através de cálculos realizados pela empresa, a fim de equilibrar as taxas para o maior desempenho dos painéis solares. Ou seja, embora o Brasil possua um alto índice de dias de sol, será necessário um pequeno acréscimo na geração de energia em dias de baixa.

Sem comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.